Imprensa

Comunicados

Horizonte 2020 lançado com 15 mil milhões de euros para os primeiros dois anos

2013-12-11 - Informação à Imprensa

A Comissão Europeia anunciou hoje a primeira abertura de concursos para apresentar projetos no âmbito do Horizonte 2020, o programa-quadro de investigação e inovação da União Europeia, cujo orçamento se eleva a 79.4 mil milhões de Euros.

O financiamento conta com mais de 15 mil milhões de euros para os dois primeiros anos, e destina-se a doze áreas que serão objeto de medidas específicas em 2014-2015, incluindo temas como os cuidados de saúde personalizados, a segurança digital e as cidades inteligentes.

O próximo Programa Quadro de Investigação e Inovação foi adoptado no Parlamento Europeu no passado 21 de Novembro. O Relatório do Programa Específico de Execução do Horizonte 2020 da autoria de Maria da Graça Carvalho, reage ao documento da Comissão Europeia e define em detalhe as temáticas prioritárias para a investigação e inovação para o período de 2014-2020. As três prioridades estabelecidas no Horizonte 2020: a «Excelência Científica», a criação de «Liderança Industrial» e respostas aos «Desafios Societais».

Graça Carvalho acredita que o Horizonte 2020 "é crucial para a Europa sair da crise e para o crescimento económico. Este programa está destinado a investigadores, universidades, e PMEs, foi desenhado para alargar a participação e reduz a burocracia".

Só no orçamento de 2014, estão previstos cerca de 7,8 mil milhões de euros para estas aberturas de concursos ou "calls", estando o financiamento centrado nos três grandes pilares do Horizonte 2020:

Excelência científica: cerca de 3 mil milhões de euros, incluindo 1,7 mil milhões de euros para subvenções do Conselho Europeu de Investigação destinadas a cientistas de topo e 800 milhões de euros para a atribuição de bolsas Marie Skłodowska-Curie a jovens investigadores.

Liderança industrial: 1,8 mil milhões de euros para apoiar a liderança industrial da Europa em domínios como as TIC, as nanotecnologias, as tecnologias de fabrico avançadas, a robótica, as biotecnologias e o espaço.

Desafios societais: 2,8 mil milhões de euros para projetos inovadores destinados a abordar os sete desafios societais do Horizonte 2020, a saber: saúde; bioeconomia agrícola e marítima; energia; transportes; ação climática, ambiente, eficiência na utilização dos recursos e matérias-primas; sociedades reflexivas e segurança.