Imprensa

Artigos de Opinião

A Primavera de Argel II

2012-02-03 - O Algarve

É de salientar o reforço da luta contra o terrorismo que Argel tem efectuado em cooperação com as nações vizinhas.

Contudo, a sociedade argelina ainda tem um longo caminho a percorrer. Precisa de rejuvenescer as suas classes dirigentes e de reforçar o processo de conciliação nacional. O sistema económico necessita de ser reestruturado no sentido de uma maior diversificação. Uma economia assente quase exclusivamente na exportação de hidrocarbonetos só pode contribuir de forma reduzida para o crescimento do emprego.

A fim de assegurar a credibilidade do acto eleitoral a realizar na próxima Primavera, o Presidente Bouteflika anunciou que as eleições irão ser acompanhadas por observadores internacionais. Cabe à Europa ajudar a Argélia na sua caminhada até às eleições da Primavera, e para além delas. No respeito pleno pela independência do país, a Europa não deverá voltar a virar as costas à Argélia, como, infelizmente, o fez no passado.

O caminho até às eleições da Primavera é estreito e exigente. Mas é uma oportunidade que a Argélia não pode desperdiçar. O Parlamento Europeu já mostrou total disponibilidade para cooperar com os argelinos a fim de contribuir para que Argel viva em breve uma verdadeira Primavera.

Ver artigo no jornal aqui.