Imprensa

Comunicados

"A Fundação Champalimaud colocará Portugal e Europa num patamar de excelência na investigação do cancro e na área das neurociências"

2010-10-07 - Informação à Imprensa

"A Fundação Champalimaud colocará Portugal e Europa num patamar de excelência na investigação do cancro e na área das neurociências"

Maria da Graça Carvalho saúda a iniciativa durante a sessão plenária do Parlamento Europeu em Bruxelas

Maria da Graça Carvalho regozijou-se em Bruxelas com a inauguração do Centro de Investigação para o Desconhecido da Fundação Champalimaud, dedicado ao cancro e às neurociências e que qualificou "da maior importância para Portugal, para a Europa e para o futuro da humanidade".

Durante a sua intervenção, a deputada europeia reconheceu a figura "exemplar" do António Champalimaud, "que legou 500 milhões de euros, 1/3 da sua vasta fortuna pessoal à investigação" e saudou a Presidente da Fundação Champalmaud, Leonor Beleza, "que estabeleceu critérios para aliar a excelência da investigação científica com a prática clínica".

Certa de que a Fundação Champalimaud "atrairá a Portugal e à Europa cientistas de renome mundial", a deputada pelo PSD, concluiu dizendo que "Portugal inicia uma nova fase na investigação científica, dando a conhecer novos mundos ao mundo".

O Centro de Investigação para o Desconhecido da Fundação Champalimaud, está dedicado à cura do cancro e às neurociências e envolveu um investimento de 100 milhões de euros. O centro prevê ter entre 350 e 400 cientistas de todo o mundo e atenderá cerca de 300 doentes por dia, porque junta investigação com actividade clínica (prevenção, diagnóstico e tratamento).